Simples Varejo | Ajuda
search
Simples Varejo
  • Ajuda
  • chevron_right
  • Lançamentos
  • chevron_right
  • Entrada de nota por importação de xml
Entrada de nota por importação de xml
Entrada de nota por importação de xml

ENTRADAS DE NOTAS POR IMPORTAÇÃO DE XML


1 - Antes de começar a dar entrada na nota é necessário efetuar o download do xml da mesma. 

    Para saber o passo a passo de como baixar o xml das notas de compras clique aqui.


2 - Acesse o  menu Lançamentos >> estoque >> entradas.

    2.3 - Clique em "Importar xml".
      

    2.4 - Clique em no botão  "browser".
        

    2.5 - Selecione o arquivo xml e clique no botão “Abrir”.
      

    2.6 - Clique no botão "upload".
    


    2.7 - Revise os dados da nota, tais como:

        2.7.1 - Data de emissão (data que a nota fiscal foi emitida).

        2.7.2 - Data de entrada.

        2.7.3 - Hora de entrada.

        2.7.4 - Natureza de operação.

        2.7.5 - Tipo de documento.

        2.7.6 - Série

        2.7.7 - Número de documento.

        2.7.8 - Pessoa(Fornecedor) .

        2.7.9 - Chave de acesso.

        2.7.10 - Outras despesas.

        2.7.11 - Transportadora.

        2.7.12 - Via transportadora.

        2.7.13 - Embalagem.

        2.7.14 - Indicador de forma de pagamento.

        2.7.15 - Valor do frete.

        2.7.16 - Valor do seguro.

        2.7.17 - Observação.

    2.8 - Clique no botão "Salvar".
    


    2.9 - Selecione o primeiro item da nota.

        2.9.1 - Clique no botão "Alterar lançamento".
        



        Se o item estiver em vermelho significa que ele não está cadastrado no sistema ou que ele está cadastrado com outro nome. Se o item estiver cadastrado com outro nome Clique no botão "vincular" para vincular o item cadastrado, mas se ele não estiver cadastrado clique em "Incluir". NESTE EXEMPLO, O ITEM NÃO ESTÁ CADASTRADO, ENTÃO IREMOS CLICAR EM "INCLUIR".


        2.9.2 - Clique no botão “Incluir”.
          

Nessa tela, você estará cadastrando o produto no sistema do jeito que irá ser vendido/manipulado no seu dia a dia. 

Se atente aos seguintes campos:

            2.9.2.1 - Informe a descrição do produto no campo “Decrição”.

            2.9.2.2 - Informe o código de barras no campo  “Código de barras”.

            2.9.2.3 - Informe a referência do produto no campo “Referência”.

            2.9.2.4 - Informe a embalagem que você irá usar para vender e/ou manipular no campo “Embalagem”.

            2.9.2.5 - Informe o preço de venda do produto no campo “Preço”.

            2.9.2.6 - Informe a classificação no campo “Classificação”..

            2.9.2.7 - Informe o grupo de produto no campo “Grupo de produto”.

            2.9.2.8 - Informe o NCM no campo “NCM”.

            2.9.2.9 - Clique no botão "Incluir produto".
             




    Preencha os campos abaixo de acordo com o que está na sua nota fiscal.

            2.9.3 - Selecione o produto no campo  “Produto”.

                Lembre-se que. ao importar o produto ou vincular, este campo já é preenchido de forma automática.

            2.9.4 - Informe a embalagem no campo “Embalagem”.

            2.9.5  - Informe a quantidade no campo “Quantidade”.

            2.9.6 - Informe o valor de custo do produto no campo “Valor”.

            2.9.7 - Informe o percentual de desconto do produto no campo “Percentual de desconto”.

                Ao importar o xml, este campo já é preenchido automáticamente.
 

            2.9.8 - Informe a situação tributária do ICMS no campo “Situação Tributária do ICMS”.

            2.9.9 - Informe a origem da mercadoria no campo “Origem da mercadoria” .

            2.9.10 - Informe o código do CFOP no campo “Código” .

            2.9.11 - Informe a base de cálculo do ICMS no campo “Base de cálculo do ICMS”.

            2.9.12 - Informe a redução da base de cálculo do ICMS no campo “Redução da base de cálculo de ICMS”.

            2.9.13 - Informe a alíquota de ICMS no campo “Alíquota de ICMS”.

            2.9.14 - Informe o valor de ICMS no campo “Valor de ICMS”.

            2.9.15 - Informe a base de cálculo de ICMS substituído no campo “ Base de cálculo ICMS substituído”.

            2.9.16 - Informe a redução da base de cálculo ICMS substituído no campo “Redução da base cálculo ICMS substituído”. 

            2.9.17 - Informe a alíquota de ICMS substituído no campo “Alíquota de ICMS substituído”.

            2.9.18 - Informe o valor de  ICMS substituído no campo “Valor de ICMS substituído”.

            2.9.19 - Informe a situação tributária PIS no campo “Situação tributária PIS”.

            2.9.20 - Informe a base de cálculo do PIS no campo “Base de cálculo PIS”.

            2.9.21 - Informe a alíquota do PIS no campo “Alíquota PIS”.

            2.9.22 - Informe o valor do PIS no campo “Valor PIS”.

            2.9.23 - Informe a situação tributária do COFINS no campo “Situação tributária COFINS”.

            2.9.24 - Informe a base de cálculo do COFINS no campo “Base de cálculo COFINS”.

            2.9.25 - Informe a alíquota do COFINS no campo “Alíquota COFINS”.

            2.9.26 - Informe o valor do COFINS no campo “Valor COFINS”.

            2.9.27 - Informe o percentual do MVA no campo “ MVA”.

            2.9.28 - Informe o valor da pauta no campo “Valor pauta” .

            2.9.29 - Informe o valor de isenta/não isenta tributária/supensão no campo “Valor de isenta/não tributada/suspensão”.

            2.9.30 - Informe a situação tributária do IPI no campo “Situação tributária IPI”.

            2.9.31 - Informe a alíquota do IPI no campo “Alíquota IPI”.

            2.9.32 - Informe a base de cálculo do IPI no campo “ Base de cálculo IPI”.

            2.9.33 - Informe o valor do IPI no campo “Valor IPI”.

            2.9.34 - Informe o código de enquadramento do IPI no campo “Cód. Enquadramento IPI”.

            2.9.35 - Informe a classe de enquadramento do IPI no campo “Classe de enquadramento IPI”.

            2.9.36 - Clique no botão "Salvar".
              



    2.10 - Revise os demais lançamentos da sua nota para ter certeza que estejam todos corretos.

    2.11 - Clique no botão "Importar".
    


        2.11.1 - Ao importar, o sistema irá informar o número de controle da nota.

        2.11.2 - Clique no botão  "ok".


    2.12 - Clique no botão "Digitar NF".
    


        2.12.1 - Acesse a aba "Localizar".

        2.12.2 - Pesquise a nota importada pelo número de controle e aperte a tecla "Enter" do seu teclado.

        2.12.3 - Dê um duplo clique com o botão esquerdo do mouse  na nota encontrada.
                       

        2.12.4 - Certifique-se que todos os dados da nota estão corretos .

        2.12.5 - Clique no botão "fechar nota".
        

        2.12.6 - Confirme o fechamento da nota .
             

       

  





ENTRADAS DE NOTAS POR IMPORTAÇÃO DE XML


1 - Antes de começar a dar entrada na nota é necessário efetuar o download do xml da mesma. 

    Para saber o passo a passo de como baixar o xml das notas de compras clique aqui.


2 - Acesse o  menu Lançamentos >> estoque >> entradas.

    2.3 - Clique em "Importar xml".
      

    2.4 - Clique em no botão  "browser".
        

    2.5 - Selecione o arquivo xml e clique no botão “Abrir”.
      

    2.6 - Clique no botão "upload".
    


    2.7 - Revise os dados da nota, tais como:

        2.7.1 - Data de emissão (data que a nota fiscal foi emitida).

        2.7.2 - Data de entrada.

        2.7.3 - Hora de entrada.

        2.7.4 - Natureza de operação.

        2.7.5 - Tipo de documento.

        2.7.6 - Série

        2.7.7 - Número de documento.

        2.7.8 - Pessoa(Fornecedor) .

        2.7.9 - Chave de acesso.

        2.7.10 - Outras despesas.

        2.7.11 - Transportadora.

        2.7.12 - Via transportadora.

        2.7.13 - Embalagem.

        2.7.14 - Indicador de forma de pagamento.

        2.7.15 - Valor do frete.

        2.7.16 - Valor do seguro.

        2.7.17 - Observação.

    2.8 - Clique no botão "Salvar".
    


    2.9 - Selecione o primeiro item da nota.

        2.9.1 - Clique no botão "Alterar lançamento".
        



        Se o item estiver em vermelho significa que ele não está cadastrado no sistema ou que ele está cadastrado com outro nome. Se o item estiver cadastrado com outro nome Clique no botão "vincular" para vincular o item cadastrado, mas se ele não estiver cadastrado clique em "Incluir". NESTE EXEMPLO, O ITEM NÃO ESTÁ CADASTRADO, ENTÃO IREMOS CLICAR EM "INCLUIR".


        2.9.2 - Clique no botão “Incluir”.
          

Nessa tela, você estará cadastrando o produto no sistema do jeito que irá ser vendido/manipulado no seu dia a dia. 

Se atente aos seguintes campos:

            2.9.2.1 - Informe a descrição do produto no campo “Decrição”.

            2.9.2.2 - Informe o código de barras no campo  “Código de barras”.

            2.9.2.3 - Informe a referência do produto no campo “Referência”.

            2.9.2.4 - Informe a embalagem que você irá usar para vender e/ou manipular no campo “Embalagem”.

            2.9.2.5 - Informe o preço de venda do produto no campo “Preço”.

            2.9.2.6 - Informe a classificação no campo “Classificação”..

            2.9.2.7 - Informe o grupo de produto no campo “Grupo de produto”.

            2.9.2.8 - Informe o NCM no campo “NCM”.

            2.9.2.9 - Clique no botão "Incluir produto".
             




    Preencha os campos abaixo de acordo com o que está na sua nota fiscal.

            2.9.3 - Selecione o produto no campo  “Produto”.

                Lembre-se que. ao importar o produto ou vincular, este campo já é preenchido de forma automática.

            2.9.4 - Informe a embalagem no campo “Embalagem”.

            2.9.5  - Informe a quantidade no campo “Quantidade”.

            2.9.6 - Informe o valor de custo do produto no campo “Valor”.

            2.9.7 - Informe o percentual de desconto do produto no campo “Percentual de desconto”.

                Ao importar o xml, este campo já é preenchido automáticamente.
 

            2.9.8 - Informe a situação tributária do ICMS no campo “Situação Tributária do ICMS”.

            2.9.9 - Informe a origem da mercadoria no campo “Origem da mercadoria” .

            2.9.10 - Informe o código do CFOP no campo “Código” .

            2.9.11 - Informe a base de cálculo do ICMS no campo “Base de cálculo do ICMS”.

            2.9.12 - Informe a redução da base de cálculo do ICMS no campo “Redução da base de cálculo de ICMS”.

            2.9.13 - Informe a alíquota de ICMS no campo “Alíquota de ICMS”.

            2.9.14 - Informe o valor de ICMS no campo “Valor de ICMS”.

            2.9.15 - Informe a base de cálculo de ICMS substituído no campo “ Base de cálculo ICMS substituído”.

            2.9.16 - Informe a redução da base de cálculo ICMS substituído no campo “Redução da base cálculo ICMS substituído”. 

            2.9.17 - Informe a alíquota de ICMS substituído no campo “Alíquota de ICMS substituído”.

            2.9.18 - Informe o valor de  ICMS substituído no campo “Valor de ICMS substituído”.

            2.9.19 - Informe a situação tributária PIS no campo “Situação tributária PIS”.

            2.9.20 - Informe a base de cálculo do PIS no campo “Base de cálculo PIS”.

            2.9.21 - Informe a alíquota do PIS no campo “Alíquota PIS”.

            2.9.22 - Informe o valor do PIS no campo “Valor PIS”.

            2.9.23 - Informe a situação tributária do COFINS no campo “Situação tributária COFINS”.

            2.9.24 - Informe a base de cálculo do COFINS no campo “Base de cálculo COFINS”.

            2.9.25 - Informe a alíquota do COFINS no campo “Alíquota COFINS”.

            2.9.26 - Informe o valor do COFINS no campo “Valor COFINS”.

            2.9.27 - Informe o percentual do MVA no campo “ MVA”.

            2.9.28 - Informe o valor da pauta no campo “Valor pauta” .

            2.9.29 - Informe o valor de isenta/não isenta tributária/supensão no campo “Valor de isenta/não tributada/suspensão”.

            2.9.30 - Informe a situação tributária do IPI no campo “Situação tributária IPI”.

            2.9.31 - Informe a alíquota do IPI no campo “Alíquota IPI”.

            2.9.32 - Informe a base de cálculo do IPI no campo “ Base de cálculo IPI”.

            2.9.33 - Informe o valor do IPI no campo “Valor IPI”.

            2.9.34 - Informe o código de enquadramento do IPI no campo “Cód. Enquadramento IPI”.

            2.9.35 - Informe a classe de enquadramento do IPI no campo “Classe de enquadramento IPI”.

            2.9.36 - Clique no botão "Salvar".
              



    2.10 - Revise os demais lançamentos da sua nota para ter certeza que estejam todos corretos.

    2.11 - Clique no botão "Importar".
    


        2.11.1 - Ao importar, o sistema irá informar o número de controle da nota.

        2.11.2 - Clique no botão  "ok".


    2.12 - Clique no botão "Digitar NF".
    


        2.12.1 - Acesse a aba "Localizar".

        2.12.2 - Pesquise a nota importada pelo número de controle e aperte a tecla "Enter" do seu teclado.

        2.12.3 - Dê um duplo clique com o botão esquerdo do mouse  na nota encontrada.
                       

        2.12.4 - Certifique-se que todos os dados da nota estão corretos .

        2.12.5 - Clique no botão "fechar nota".
        

        2.12.6 - Confirme o fechamento da nota .
             

       

  





Este artigo foi útil?
SIM NÃO